4ª antologia poética da ALAF


Coletânea de poesias de autores diversos, organizada pela Ed LITERARTE e lançada em evento comemorativo da Academia de Letras e Artes de Fortaleza, em janeiro de 2013.
A capa, resultado de um concurso promovido pela Literarte, é de autoria da artista plástica Janes Barwinski e retrata umas das praias do Ceará.
Na obra em questão, participo com a poesia intitulada O BANQUETE DA SABEDORIA.


O banquete da sabedoria
Eber Josué

Há festa hoje em duas freguesias.
Quem oferece, dizem, é a sabedoria
(Nessa não vou).
É a mulher louca quem a outra oferece
(Tenta-me a ir).

Pela cidade toda uma apregoa,
É da soleira que a outra se põe a chamar.
A louca, sendo simples, ao simples chama;
Ao simples a sábia manipulará.

Se mesa houver, junto à louca me assento;
E não havendo, onde puder me acostarei,
Mas não me arrastem à távola da certeza
Que desse vinho, creiam, eu não beberei.

Duas festas (dois pesos, duas medidas)...
Uma me agrada – a que penso me juntar.
Com a simples certamente evoluo;
Quem tudo sabe, pouco tem a ensinar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por comentar.